Vileza do bem? Seria possivel?

A Luz, é um poder exercido através fé e devoção, deacordo com o lore não importa muito se o usuario é bom e sim se ele acredita ser bom. Logo existiram vilões usuários da Luz.

A Vida representa a natureza com toda sua docura, capricho e brutalidade. Logo é possivel que existam vilões usuarios da vida.

Desde a criação a perspectiva de mundo que nos conhecemos deriva da perspectiva dos titãs e ainda assim, é facil percebermos que os proprios cometeram atos de vilania, como em ulduar o chefe que destruiria a existencia por nos considerar irrecuperáveis.

Em SL vimos que na morte há tanto vilões quanto heróis na esfera da morte.

Na missões da Alleria em argus vimos que há seres “heroicos” no vazio.

E ca estamos depois disso seria então possivel acreditar que há heróis usuarios e forças benignas ativas na esfera da desordem? E se sim como vocês os veem??

Luz é tirânica, fanática, má e preconceituosa.
A Vileza é boa, mas as pessoas não a entende

3 Curtidas

Um ponto importante a destacar aqui é que de acordo com a cosmologia, a Vileza é uma força cósmica que, por sua natureza, é destrutiva. Penso que é possível existirem heróis ou entidades benevolentes que eventualmente manipulem o fel (podemos citar aqui até os carinhas do salão de classe de warlock, por exemplo)
Mas veja, nesse contexto o indivíduo seria uma pessoa benevolente que “manipula/utiliza” o fel.
O fel enquanto energia cósmica, por si so, é inversamente e inflexivelmente incompatível com a vida, a ordem e a forma estruturada com que conhecemos a existência
É diferente por exemplo do void, que a priori (até onde sabemos) é basicamente uma versão antagônica da luz, sendo que void e luz são duas forças primordiais é que por sua natureza disputam o controle do universo, não sendo nenhuma delas NECESSARIAMENTE má ou benevolente. Note que planetas ou existências “dominadas” pelo void não são incompatíveis com a vida, ao invés disso são formas de vida estranhas aos nossos olhos (seres da Vida e Ordem) mas que não são necessariamente auto e heterodestrutivas como o fel.

Lembrando que pelas palavras dos deuses antigos, “a luz se aliou ao inimigo de todos”, qual seria esse inimigo?
Na minha concepção, seria a Vileza que, em última instância, “milita” basicamente pela entropia/destruição de todas as coisas (como eu disse, por sua própria natureza volátil)

4 Curtidas

Vim aqui esperando algo sobre o tal do fel, qual a explicação daríamos para o fel do bem? O fel que cura, hum? Bruxo curandeiro mete um espectro patronum de luz do bem?

O tópico é legal para discutirmos questões de lore, cosmologia de Warcraft, e afins. Achei legal visto que já tem um tempinho que ninguém fala nada sobre lore por aqui.

1 Curtida

Você pode fazer o bem com a vileza, mas ela em si não é boa, ela te mata com o tempo, ela consome vida, a sua principalmente.

8 Curtidas

Todas as forças cósmicas (Luz, Sombra, Ordem, Desordem, Vida e Morte) não possuem consciência, sendo apenas energias que fazem parte da estrutura de nosso universo. Contudo, cada uma delas possui características muito específicas que podem ser benéficas ou maléficas do ponto de vista de nossos personagens.

A Desordem, que se personifica em nosso universo como magia vil, usa a vida dos seres vivos como combustível e é altamente destrutiva, tendo como objetivo a desestabilização da matéria.

A Ordem, que se personifica como magia arcana, busca organizar toda a matéria física e é a responsável por trazer equilíbrio ao nosso universo. Já a Desordem busca justamente o contrário, por isso são magias opostas por natureza.

Com isso em mente, até podemos ver mortais manipulando a magia vil para fazer coisas boas, algo que vemos principalmente na figura dos bruxos, mas a natureza da Desordem continuará a mesma, como uma força muito prejudicial para nós mortais.

7 Curtidas

A Desordem e a vileza já existiam antes de Sargeras e ao meu ver foi sua mudança de lado que criou um grande desequilíbrio entre as forças antagônicas. Partindo deste principio não seria tão errado dizer que foi um agente enloquecido da ordem que influenciou negativamente outra esfera.

E da perpectiva mortal é facil olhar para desordem e achar que é uma esfera vilanesca. Entretando a destruição é algo fundamental no cosmos. Pois sem a destruição leis, estados, tradições, construções, civilizações, culturas, entre outros seriam todas eternas e uma eternidade sem frustração e atrito não proporciona avanço algum. O elfos da noite passaram 10’000 anos vivendo do mesmo jeito numa sociedase estagnada e isso só veio mudar após outra invasão da legião no warcraft 3.

Meu ponto é, no inverno as árvores perdem suas folhas para que haja renovação na primavera. A função da destruição é essa consumir o excesso.

1 Curtida

Segundo a lore existia apenas a luz e da ausência dela nasceu o void do conflito entre os dois surgiu o resto.

Eu discordo que ela possa fazer o bem por exemplo, o Guldan ressuscitou o Thrall que se tornou o maior traidor da história da Horda, assassinou o Garrosh, espalhou o sangue corrupto por ai, praticou atos libidinosos com magas da aliança etc.

Q??? Ahshahahahahah

1 Curtida

Traidor da horda e um dos maiores herois de azeroth de todos os tempos.

Não sei Se compreendi seu comentário.
Não importa se o mundo veio da luz, o fato é que existem outras forças tão poderosas quanto ela.

Primeiro lugar: a Luz é o bem supremo, não existem vilões da Luz, todos os usuários da Luz naturalmente estão certos.

Segundo lugar: a lore de Shadowlands é tão ridícula que nem considero como canônica, posso citar exemplos se você quiser.

Terceiro lugar: o poder vil tem como sua natureza a destruição de almas, não tem como sair algo 100% do bem.

Primeiro isso é opinião, não fato. Pois tanto a crusada escarlate quanto o Arthas usaram a luz em seus atos atrozes.

Segundo apesar de concordar que a lore de SL foi bem fraca, ela é canônica. Gostando eu e vc disso ou não.

Mas e se fosse o oposto, a ordem que tivesse saido de controle, controlando cada milimentro da existencia e cada ação de cada molecula e os seres vivos fossem como maquinas sem livre arbítrio. Não seria a desordem uma força libertadora?

2 Curtidas

Arthas em Stratholme estava certo porque aquelas pessoas já estavam condenadas a “viver” uma morte vida de escravidão, uma vez que quando alguém se infecta com a peste, naturalmente a alma dele está condenada ao Flagelo.

Quando você mata o sujeito infectado ou um Ghoulzinho ou zumbizinho você salva e liberta a alma da pessoa.

Posso provar isso no próprio mapa de terras pestilentas orientais, quando você mata o Ghoulzinho ali, você liberta a alma de um sujeito que lutou na batalha da vila das flechas.

E outra Arthas matou as pessoas em Stratholme para também evitar que a peste continuasse se espalhando, salvando ainda mais pessoas no processo.

Se não fosse pela cruzada escarlate nem mesmo o flagelo seria derrotado em nortúndria, vamos aos fatos:

  1. A ordem surgiu como uma clara resistência aos mortos vivos de uma maneira geral e principalmente a reconstrução da nação de Lordaeron, reconstruindo e retomando inúmeras cidades flageladas, mantendo a civilização humana viva em Lordaeron. É um fato que tanto o Flagelo quanto os renegados são compostos por aberrações que devem ser extintas;

  2. A ordem nem sempre foi visada para objetivos ruins, no início era de fato uma ordem correta e inclusive era composta também por anões e elfos superiores como podemos observar no salão dos heróis dentro do monastério escarlate, antes da morte de Saidan Datrohan (e a substituição por um dreadlord) tudo andava bem e obrigado;

  3. A ordem era composta por muitos paladinos do punho de prata (guarda essa informação que vou usar melhor abaixo);

  4. A Aurora Argentea foi fundada por ex membros da cruzada escarlate que perceberam a corrupção da ordem, ou seja, se não fosse pela cruzada escarlate nem a ordem Argentea existiria, e eu tenho certeza que se a Ordem Escarlate não tivesse sido corrompida seria a mesma que iria liderar as forças de Azeroth contra o Flagelo;

  5. Mesmo com a ordem corrompida, ainda sim existiam paladinos que eram naturalmente bons que lutavam contra o Flagelo e defendiam a humanidade, caso de Taelan Fordring;

  6. A batalha da capela da esperança da Luz foi decisiva para a fundação da Cruzada Argentea, e foi fundada pela união da Aurora Argentea (ex escarlates) com a ordem do punho de prata, inclusive muitos do punho de prata eram da cruzada escarlate e se uniram a essa nova cruzada;

  7. Tudo que é liderado pela Luz é do bem, a cruzada escarlate só parou de ser do bem porque foi manipulada por um demônio.

Então explica esse furo aqui:

E aí vê se dá para considerar uma lore com esse furo como canônica.

Mas não é o oposto, a energia vil literalmente nasce com a destruição de almas.

1 Curtida

Eu concordo com as a atitude do Arthas e também acho que ele fez o correto, o meu ponto é que correto e bondade não são sinônimos. Ali tanto Uther quanto Arthas foram cruéis e isso independente das suas ações Terem sido justas ou não.

Voce deu uma aula da lore sobre a cruzada escarlate e todos sabemos que ela foi criada visando o bem, contudo esse é o ponto que importa nessa discussão. Hoje eles são vilões e ainda manipulam a luz. Logo, há personagens más que usam a luz.

Note que seu argumento foi tão radical quanto ao da propria cruzada, muitos renegados lutam apenas para existir e vc disse que eles devem ser extintos embasado unicamente em sua perspectiva. Renegados são criaturas sencientes que querem viver sua sofrida “vida” como podem. Querer destrui-los só por discordar de sua condição é sem sombra de duvida maudade.

Esse não é o primeiro e não será o últimos e furos são tipicos de uma estoria em desenvolvimento e expansão. Não tem sentido algum elfos da noite estarem na aliança, mas eles estão.

De fato a vileza usa almas como combustível, contudo não é discrito que é o único combustível possível. Além disso até onde sabemos os usuarios da vileza podem escolher qual alma consumir, sendo a de demônios ou as suas próprias, ta aí os DH pra provar.

1 Curtida

Oi???
Whitemane mandou lembranças

Sem contar que Arthas no episódio de Stratholme era o que??? Paladino

Um Naaruu simplesmente quis transformar Illidan em um ser da Luz

No cenário dos Orcs Maghar, Yrel estava aprisionando os Orcs que não aceitassem se converter a Luz ( tanto que ela ressuscitou Garrosh e o transformou em paladino )

E tu vem com esse Papinho que a Luz nunca erra???

4 Curtidas

O único erro de Whitemane foi morrer

2 Curtidas

Meu sonho de consumo é o xmog que droga da DG/Raide dela XD

Mas ela está “viva” : é uma dos 4 cavaleiros do Bolvar ( junto com Dario Molgraine, Nazgrin e mata-troll)

2 Curtidas

Wrathgate, Guilneas, Southshore e Teldrassil mandaram abraços fortes, ainda insiste em defender essas aberrações ?

Isso aqui eu concordo.

Whitemane estava certa ao insistir na cruzada escarlate no coração das terras dos renegados. Que a propósito são aberrações malignas.

Já expliquei acima os motivos.

A Naruu estava literalmente corrigindo alguém que usa poderes que destroem almas, não fez nada de errado.

Yrel literalmente estava protegendo os orcs deles mesmos.

É falado que os orcs estavam deteriorando o próprio mundo.

Errado, esse Garrosh é de Draenor alternativa e não o nosso.