Queen of Shadows Pub

Jailer derrotado!!! O que faremos agora, Waleriah??, perguntei para minha irmã

-Sei lá… Que tal abrir um negócio próprio???, respondeu Waleriah a mim

Mas o que e aonde???, Perguntei a ela

-Tem um Pub abandonado na Vila do ouro, porque não compra?, Respondeu Waleriah

Vila do ouro??? Mas é território da aliança!!!

-mas nosso cartel é neutro, cabeçuda!!!, Disse Waleriah né dando um cascudo

Aí! Okay… Verei este Pub amanhã, okay

E entramos na barraca para dormir

8 Curtidas

**Enquanto isso, no outro lado do mundo uma pandinha acordava, antes do sol raiar. Esfrega os olhinhos e olha para o relógio do lado da cama. Não havia barulho nenhum ao redor da cabaninha em Pandaria, até os grilos estavam dormindo. Então sem perder tempo ela vai para a cozinha fazer um cafezim e colocar alguns pães de queijo congelados no forno.

** Ela abre a janela e fecha os olhinhos enquanto aspira aquele ar fresquinho. E de repente o cheiro de pão de queijo assado toma conta da cabana. Ela coa um café, tira os pãezinhos do forno e senta na mesinha folheando um jornalzinho a procura de trabalho.

6 Curtidas

Chegando no lugar em questão, encontramos o Pub em questão

Não acredito que você gastou nossas economias nesse Pub caindo aos pedaços, Waleriah???, Disse brava para minha irmã

-Veja pelo lado bom: temos um lugar para chamar de nosso! Onde o Gallywix não se metera como ele fez em Sucatopolis…, Disse minha irmã

É… Nesse ponto você tem razão… Ei, Zé!, Disse chamando meu ajudante de negócios

Ele apenas acenou

Pegue um martelo e pregos e começe a pregar as tábuas soltas, e você Sapequinha, veja se tem algum cano quebrado, disse para meu Diabrete

Waleriah também chamou o seu Bolão e um dos seus elementais

Não demorou muito tempo para soldados da Aliança aparecerem

-O que as duas pensam que são para sair reformando???, Disse um dos soldados

Relaxa que meu cartel é neutro… Não temos ligação com a Empreendimentos SA…, Expliquei a ele

-Só vou deixar um aviso: se juntar muito da sua raça, vou pedir para sair… Disse o guarda indo embora

Alguns dias se passaram e o Pub estava reformado

Agora pensar num nome, irmã; falei para minha irmã

-Que tal O seu apelido: Queen of Shadows Pub, sugeriu Waleriah

Nada Mal!

7 Curtidas

Enquanto isso, na altaneira e antiga Suramar a maga desperta apos uma boa noite de sono, seus olhos são como perolas contra o azul escuro de sua pele.
Ela se levanta e olha pela janela, para o porto e mais além, por sobre os domos brilhantes das casas, das lojas e palacios que se estendem até onde a vista alcança, as torres dos templos que se erguem aos céus como chamas solidas.
Ao longe se vêem figuras andando proximas ao canal e nos jardins onde flores estranhas espalham seu perfume. E nos varios mercados viajantes e aventureiros de todas as raças da Horda se reunem para trocar seu ouro pelas exoticas mercadorias do antigo povo.
O sol já vai alto no céu, ela sente um pouco de vergonha por ter dormido até tão tarde, porém foi um sono merecido e necessário após as varias aventuras que ela viveu nos ultimos meses. Após 5 mil anos de isolamento era muito bom poder explorar o mundo, conhecer novas culturas, ver as ruinas de povos esquecidos e andar por desertos, selvas luxuriantes e nas cidades vibrantes das raças mais jovens, onde o cheiro de couro raspando em pele se mistura ao das especiarias. E não apenas de Kalindor ( que as raças jovens chamam de Azeroth), mas também de mundos alienigenas, além da grande treva infinita.
As memorias ainda estão vivas em sua mente, o grande vilão que pretendia reconstruir a realidade foi derrotado e o universo estava a salvo, estava orgulhosa por ter ajudado, ela e outros aventureiros se uniram e após muita luta e derramamento de sangue venceram o vilão.
Ela havia atravessado o véu que separa os mundos. Caminhou pelas Terras Sombrias e viu a forja onde seres incrivelmente antigos projetaram mundos inteiros. Conversou com sábios de muitos mundos e enfrentou criaturas de pesadelo, mas também viu coisas belas e interessantes.
Todos estes pensamentos ainda passavam por sua mente enquanto preparava o desjejum, uma refeição simples e flugal, pão fresco, preparado com ervas e mel, frutas colhitas no pomar de sua casa, queijo e um pouco de chá preto.

–Continua

7 Curtidas

No dia da Inauguração do Queen of Shadow Pub foi uma verdadeira Loucura

Goblins de Angra do Butin, da Area 52, Vila Catraca e outros Carteis Neutros foram prestigiar a inauguração de mais um empreendimento Goblinico

Mandei minha Shivarra chamada Rhi-Baar atender o povo, junto com meu Imp chamado Sapequinha

Meu Infernal e meu Guarda Vil cuidavam da Segurança , junto com o Elemental de Terra de minha Irmã

Waleriah cuidou da Cozinha e eu ,do Caixa e dos pedidos

-Ei! Como tua Irmã cozinha tão rápido?, indagou Rhi-Baar

Ela é Xamã ora… Domina o Fogo! E além do mais , compramos um Forno e um Fogão Bom ^^, expliquei a ela

-Waleriah, Uma Rabada de Iaque para Mesa 20! , gritou Rhi-Baar para a Cozinha

-É pra já, chapa!, respondeu ela da cozinha

Entrei na Cozinha só a titulo de curiosidade e vi um Elemental de Fogo

Me fez comprar um forno para que então???, disse brava para ela

-Ops! Ahhh sabe como é, mana… Vai que um dia eu sou convocada para a Harmonia Telurica, ai os fornos estão aqui!, disse Waleriah

-Alto ai, Druidesa! , escutei meu Infernal gritando

Eu e Waleriah saimos para fora do Pub e vimos meu Guarda Vil segurando uma Worgenin pelo pescoço

Pode soltar ela… Eu estou aqui!, disse para meu Guarda Vil

Guarda Vil soltou a Worgenin no chão que está assumiu a forma de Humana

Charlotte? O que está fazendo aqui?, disse para a Druidesa

-Ahhh! Essa é a Druida Lobo que tanto fala, Mana?, disse Waleriah guardando as armas

Sim! A propria!, disse sorrindo para ela

-Ai… bela recepção para uma amiga, disse Charlotte. Posso entrar para ver? Afinal, o Grã-Ducado Queen e Silverpanck também ajudou…

Claro! Zuranix! Mesa na Area Vip! Temos uma Duquesa Aqui!, disse para meu Guarda-Caos

Quando Charlotte entrou no Pub, todos os Goblins viraram o Olhar para ela

Peguei o Microfone do Pub e disse:

Relaxem! Ela é uma amiga minha de negocios! Não é diretamente ligada a Aliança!

Os Goblins voltaram a fazer o que estavam fazendo

Sentamos na mesa, eu e Charlotte

E então? O que quer?

6 Curtidas

Agora vejo pq queria tanta madeira e pedras de Gilneas, disse para Elviyra

-Mas não foi por causa disso que veio, Danc , disse Elviyra

Acontece que achei isso na Costa de Desolação, disse colocando um pacote na mesa

Elviyra abriu o pacote e ficou pálida

Levantei da cadeira e fui atrás dela e sussurrei

Seu cartel é neutro? Explique seu nome na lista de Gallywix

-Não tive escolha! Ele simplesmente tomou posse dos meus negócios em Sucatopolis, respondeu Elviyra

-Eu nunca trabalhei para Gallywix!, Disse ela batendo na mesa

Okay… Veremos se é verdade, disse assumindo a forma de Corvo e voando pela porta

5 Curtidas

Maldito porco gordo!, Disse baixo

-Algum problema, Queen of Shadows?, Disse uma voz familiar

Gasganete? Por que não pediu mesa vip?, Disse a ele

-Não curto muito luxo, mas o que o Gallywix aprontou dessa vez?, Perguntou Gasganete

Digamos que minha amiga Gilneana achou uma lista de Gallywix com o meu nome, disse a ele

Gasganete viu a lista

-Mas isso é do negócio seu em Sucatopolis, que ele tomou para si! Relaxe que a verdade vira, minha chapa! Aí , Shivara! 2 jaka-cola para mim! Acalmar a sua dona, disse Gasganete

Rhi-Baar veio correndo com as 2 latas

-Que que foi, Elviyra?, Disse ela

Nada! Fantasmas de Kezan, disse bebendo a lata. Agora voltar ao serviço porque tempo é dinheiro,chapa, disse indo para o caixa

4 Curtidas

Terminando de contar o dinheiro da inauguração,disse

Droga! Deu tão pouco assim?

Waleriah também apareceu e escutou

-Como assim pouco , mana? Disse ela a mim

Deu só 25k a inauguração…, Disse para Waleriah

Ela também fez uma careta e voltou para a cozinha

Estava no balcão quando um estranho entrou

-Uma cerveja kultirena, por favor, disse o estranho

Claro Chapa! Rhi-Baar! Cerveja kultirena na mesa 10!, Disse para minha Shivara

Rhi-Baar serviu a mesa e veio para o balcão

-Sujeito estranho, Bruxa…, Disse Rhi-Baar para mim

Ele terminou de beber , deixou o dinheiro na mesa e saiu

Pelo menos, ele pagou , disse pegando o dinheiro

Olhei para o relógio e falei

Rhi-Baar! Zuranix! Preparem o salão para daqui a pouco! Mais uma noite goblinica!!!

Enquanto os 2 arrumavam, Alguns Goblins desceram dos quartos e começaram a fazer pedidos

Tomara que hoje de lucro, disse em voz baixa

4 Curtidas

A pandinha chega com uma malinha e vê aquele bando de goblin:

-Er… com licença, cade a Elviyra? Sou uma amiga dela e er… faz quase três anos que a gente não se fala…

A panda coloca a malinha em cima de uma cadeira qualquer e vai em direção ao balcão. Então abaixa o capuz e as orelinhas conseguem finalmente respirar aliviadas e balançar. Assim continua, olhando ao redor, os olhos curiosos com o local:

-… mas ela me disse q se um dia eu precisasse de trabalho eu sempre poderia contar com ela.

6 Curtidas

Rhi-Baar veio ao balcão e me disse

-Dona! Uma panda chamada Selenee quer falar com você!

Selenee? Não vejo ela desde da campanha da quarta guerra!!! Zuranix! Assuma o caixa!!, Disse para meu voidlord

Corri aonde Selenee estava e pulei no ombro dela

Há quanto tempo hein menina? Se veio atrás de trabalho já está contratada!!! E toma: quarto com suíte para você!!!, Disse para ela

Selenee agradeceu e subiu para ajeitar o quarto dela

5 Curtidas

Depois de alguns dias, Os Goblins começaram a construir casas perto do Pub, e eu como uma boa negociante, arrumava o que eles pediam

-Você sabe que os humanos não vão gostar de uma vila Goblinica nos territórios deles, mana, disse Waleriah

Ahhh não começa não, Wa…, respondi a ela

-Mestra! Um general quer falar com você! , disse Zuranix

“General? To morta se for de Vento Bravo”, pensei indo até a Porta

Pois não? disse para o general

-Pelo visto, você se esqueceu do combinado… Guardas! Prendam ela!, disse o general

-Ninguém prende nossa mestre não, disseram Ignus ( meu Infernal) e Meu Guarda Vil

-Para trás, Demônios! Sua mestra invadiu terras de Vento Bravo!, disse ele me algemando

Rhi-Baar surgiu na frente dele e o seduziu

-Para que fazer isso, meu general? Eles são apenas trabalhadores…, disse Rhi-Baar fazendo carinho no rosto dele

Os outros soldados tentaram chegar perto, mas foram impedidos pela minha Irmã

-SE AFASTEM DELA!, disse ela erguendo um muro de terra em volta dos soldados

Pedi para Sapequinha caçar as chaves das Algemas

-Achei, mestra!, disse ele no meio da cena entre a Rhi-Baar e o General

Venha logo então, bobo! Me solte!, disse a ele

Sapequinha soltou-me e fui em direção ao General

Rhi-Baar! Liberte ele!, disse para minha Shivara

Ele Libertou ele do feitiço e este sacou armas

Seguinte: Nós não estamos fazendo nada de errado! Somos um Cartel Neutro! Não temos relações com o do Gallywix , a Empreendimentos S.A…, e você vim me prender se nem sequer perguntar???, disse para o General

-Ahhhh Tente algo com minha irmã que seus soldados são comidos pela Terra!, disse Waleriah

-Tolas! Vocês traçaram seus destinos! Logo vocês saberão quem eu sou!, disse ele chamando os soldados

E partiram em cavalos escuros

Mas quem será que é esse maluco?, disse para minha Irmã

-Não sei! Mas se aparecer de novo, cuidamos disso… disse Waleriah

Nisso outra Panda chegou no Pub

Pois não, Panda?, disse entrando

6 Curtidas

Olá, Elviyra! Pelo visto sempre me esquece…, disse para ela

-Ahhh! Katharaa Pata Fofa…, é difícil acostumar com seu verdadeiro nome, disse Elviyra

Tudo Bem! Trago uma mensagem da Grã-Duquesa Flidays Queen, disse para ela , entregando um pergaminho

-Uma mesa na area Nobre para 10 pessoas? Okay… Mas aquela Illidari vai vim mesmo?, Perguntou Elviyra para mim

Sim, ora! Além da Flidays, vem Charlotte, Morriganmn, Charles Silverpanck II, Eu, Guinevereh, Galadrhiel, Saelinna, Leolpodina ( irmã da Guine)… Respondi a ele com um sorriso

-Okay… é porque no Ducado ela é mal educada comigo a Saelinna…, disse Elviyra

-E ai, Kat?, disse Waleriah

Acenei para ela

Bem recado dado! Agora ir em Vento Bravo, encomendar suprimentos para o Ducado, disse saindo pela porta

6 Curtidas

Enquanto isso em Gilneas

Anda logo, Charlotte… já estamos atrasadas, disse batendo na porta do quarto dela

-Tu parece noiva, Danc…, disse Morriganmn

Charlotte saiu do quarto com as cores do Ducado

-Pronto, apressadas! Vamos!, Disse ela

Da próxima vez, largo você para trás!, Disse a ela

Caminhamos até a garagem e embarcamos no persegue-Ceus e partimos rumo a vila do ouro

Algumas horas depois, chegamos ao destino

Barracas Goblins???, Disse eu olhando pra baixo

-não perdem tempo, disse Morriganmn

Paramos o persegue-Ceus em cima da estagem e descemos por teleporte da Leolpodina

Fomos recepcionados por um Infernal que deixou nós passar e um voidlord nós levou até a mesa

-Pois não,minhas chapas?, Disse Elviyra chegando na mesa

6 Curtidas

A porta da estalagem se abre e um cheiro horrível toma conta do lugar. Uma criatura entra olhando ressabiado para a clientela. Vai até o balcão e não ver ninguém. Quando vai falar algo o maxilar cai no chão. Ele agaixa, pega o maxilar, abre uma pochete presa na sua cintura, pega um grampeador e com um forte soco prende novamente o maxilar em seu rosto:

-AI, CADE AQUELA PANDA, ELA DISSE Q A AMIGA DELA TINHA QUARTOS DISPONÍVEIS PARA UM SER MARAVILHOOOOSO E PERFEITO COMO EU…

Ele vê um sininho no balcão, pega e começa a balangar ele, fazendo um barulho chato:

-FUI ABANDONADO PELA HONORÁCIA, MINHA KULTIRENA GRANDE E GROSSA! PRECISO AFOGAR MINHAS MÁGOAS E UM QUARTO PARA MUDAR DE ARES…

Um gnomo que deixava uma caneca vazia no balcão comenta: - e que ares heim? - ele tapa o nariz com a mão e faz careta.

-Ah, vá pintar rodapé, seu porteiro de maquete… HONORÁAACIA, PQ VC MATOU MEU CORAÇÃO??? EU ESTOU NERVOSO!

4 Curtidas

Disse da cozinha:

Que catinga é essa aí?

-CATINGA NADA! HONORÁCIA POR QUE ME DEIXOU??

Sai da cozinha e vi o morto-vivo

Ahhhh tu deve ser o Bixolindo! É… Tua fama chegou até aqui, disse a ele

-QUEM FALOU DE MIM???, disse ele

Pescadores Kultirenos, Trolls zandalaris… Pq tu não pagava ninguém…, Disse a ele

-Que gritaria é essa???, Disse Elviyra chegando no balcão

É o Bixolindo, amigo da Panda, disse a ela

-Bixolindo, vc pode até ficar aqui mas ou tu para de gritar ou chamo uma que adora barulho: Morriganmn Queen, disse a ele

5 Curtidas

Bixolindo se agarra no balcão pra poder olhar pra baixo do outro lado, porque só tinha ouvido uma voz:

-Uia, essa Morriganmn Queen é uma kultirena grande e grossa? e que papo foi esse de que eu não pagava? Oxi, pagava com a minha beleza lordaerônica e minha existência.

A porta do fundo do pub, que ficava atras do balcão se abre e uma panda sai de lá segurando um cesto cheio de guardanapos de panos limpos, recém retirados do varal:

-Se preocupa não que eu já cadastrei a conta dele no débito e já cobrei 30 dias adiantado. Ele recebe FGTS (Fundo Galliwyx do Trabalhador Serviçal). - suspira Selenee, colocando o cesto em cima do balcão e pegando um copo de água.

Bixolindo olha feio pra panda: -Tu tá ozada né?

2 Curtidas

Eu sou Morriganmn Queen, disse chegando no balcão

Por favor, pare de GRITAR, disse a ele

-Uia! Não é kultirena grossa!, Disse ele

-Calma, Morri…, Disse Elviyra subindo no balcão

Nisso Selenee levou Bixolindo para o fundo

Não acredito que esse sujeito está aqui, disse para Elviyra

-Eu sei que ele é um pouco chato, o pior é eu ter que aceitar dinheiro daquele porco gordo do Gallywix, disse Elviyra

É porque você não viu o que ele aprontou em Kultiras durante a quarta guerra, te resumo: bem nojento, disse a ela

-Amar não é nojento, Zóio gelado!, Disse ele do fundo

Sorte que a Selenee está aí, senão era um caçador a menos, disse voltando pra mesa

3 Curtidas

Um mês se passou e voltamos para o Pub

Que cara é essa , Elviyra???, disse entrando pela porta

-Ahhh Olá, chapa! Acontece que não acho Jaka-Cola em lugar nenhum!!! E os Goblins que frequentam aqui só pedem isso!!!, disse Elviyra

Diabrete!!! Uma Cerveja Gilneana, pedi ao imp dela

Vou ver se consigo algumas para você, obrigada Imp, disse pegando a cerveja

-Valeu, Chapa! Mas só os Goblins produzem ela…, Disse Elviyra

Mas tenho meus contatos com os Cartéis neutros, disse interrompendo Elviyra

Ela Sorriu

1 Curtida

Isso é loucura, Silver!!! , disse para Lorde Silverpanck

-Não vou ajudar nessa loucura não, querido, disse Morriganmn Queen

-Eu sei que é loucura, mas é o que eu quero fazer por vocês, disse ele sorrindo

Eu não vou realizar esse ritual para colocar sua alma nesse corpo!!!, disse brava com ele

Silverpanck explicou que queria que eu e Morriganmn retirasse a alma dele do corpo renegado e colocasse em um corpo humano que era parecido com ele

Já disse que é loucura!!!

-Faça isso pela nossa amizade, Fli…, disse ele

Okay… Mas não me responsabilizo se der errado…

Preparamos o ritual, eu com a foice e Morriganmn com a Gorja dos Condenados

Ceifei a alma dele e guardei em uma pedra da alma e quebrei a pedra dentro do corpo humano

Agora esperar, irmã… disse para Morriganmn

Kathara e Charlotte criaram um vínculo de cura direcionado ao corpo

1 Curtida

Enquanto isso, em Orgrimmar:

-Elfa, nem sei porque estou falando com você. Todos os elfos só trazem problemas ou só sabem reclamar. Queria saber de quem foi a ideia de convidar vocês pra horda…

A orquisa estava nervosa. Sua voz estava estridente, a respiração ofegante e ela suava.

-Olha só o que aquele elfo maldito fez na minha cantina! Todo o Vale da Honra está fedendo a fumaça e a pão queimado graças a ele!

Lauriell olha ao redor e entende perfeitamente a situação. O estabelecimento da orquisa, que estava em chamas a pouco tempo atrás, agora estava submerso numa nuvem espessa de fumaça como se uma trupe de trolls estivesse fumando uns alfaces estranhos. Ela suspira, morde a ponta do seu lápis, escreve algo no pergaminho e continua a entrevista:

-Eu entendo sua frustração mas ja deixo registrado que nem todos os elfos são assim. E nós, da Suco News, só queremos te dar uma voz…

-Eu queria era meter meu machado na cabeça daquele miserável - grita a orquisa, apontando para um elfo lock que estava atrás de dois taurens gigantescos.

O elfo lock parecia não ter medo. Estava feliz com toda aquela multidão ao redor. Parecia adorar ser o centro das atenções.

-Queridas - fala o elfo enquanto mexia no cabelo - eu só queria um pãozinho. Essa criatura ai me disse que iria demorar pq tinha acabado de colocar pra assar. Aí falei pra ela ignorar a mecânica…

-E como seria esse “ignorar a mecânica”? - Pergunta Lauriell.

-Pedir pra um mage fire assar os pãozinhos… não tenho culpa se ela não soube lidar - responde o elfo sorrindo e acenando para a multidão.

-A miserável, eu fiz tudo o q vc disse! -Gritou a orquisa sendo segurada por cinco orcs, dois trolls e um goblin. - Chamei ate um troll mage e ele fez exatamente o que vc disse.

-Aí, tá vendo? Era pra chamar um gobiiliin mage, não um troll. - Responde o elfo. - Ninguém me entende.

A orquisa consegue se libertar e puxa o elfo pelo cabelo. A multidão entra no meio e Lauriell acaba sendo empurrada para fora da confusão.

3 Curtidas